sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Pedro e Gustavo

Comecei a escrever essa postagem, hoje de manhã. O Pedro não acordava e já passava das 10 da manhã. E eu não queria acorda-lo, ja que passou boa parte da noite acordado.
A postagem original era bem diferente dessa, comecei contando um pouco do começo da semana do Pedro, algumas coisas que aconteceram...mas queria mesmo dizer que tudo ocorreu bem, só um episodio que ocorreu na segunda-feira, onde Pedrinho passou mal e precisou tomar um calmante pra dormir, pois ele estava muito, muito mesmo, muito nervoso, e o melhor pra ele seria o calmante já que ele corria o risco de se machucar. Mas toda a semana foi maravilhosa, Pedrinho ficou mal humorado em alguns momentos, mas sempre com um sorriso de foto... brincou muito, foi pra festinha das crianças aqui no hospital, recebeu visitas da Vovó Cal, da tia Elizete, da Vovó Eliane, do Vovô Vando, das amigas Nubiara e Gisele, e do amiguinho Henry...E o papai sempre vem, todos os dias, não deixa de vir nunca... tá sempre juntinho de nós...
Mas nem sempre é assim...
Quando a gente vive no mundo do "muito", pois estamos num lugar onde existem muitas crianças com Leucemia, vivemos um pouco da história de cada um... e mesmo vivendo um momento tão difícil, tenho que agradecer a Deus pela família e amigos que temos, pelos velhos amigos e pelos novos amigos.
Só permanecem aqueles que nos amam de verdade, e só entram na nossa vida aqueles que realmente querem nos amar e fazer parte dessa nossa luta.
Aqui, as mães sempre conversam, desabafam, e contam um pouco de cada uma, as vezes não consigo falar nada, porque não imagino tamanha dificuldade, outras vezes quero falar e falo, outras vezes o assunto nem é comigo mas eu não tenho como evitar ouvir...e outras vezes só um abraço já conforta.
Cada criança é um história diferente, cada sorriso esconde uma lágrima, uma dor... e cada superação revela coisas que antes estavam escondidas...
O dia-a-dia da gente, mães de filhos que são diagnosticados com Leucemia, é tenso, doloroso, duvidoso, triste, feliz, preocupante, mas no fim de cada dia, podemos deitar e ter certeza que vencemos mais um dia.
A melhor coisa é poder ver seu filho despertar, acordar e saber que realmente acordou...
É impossível não se envolver com cada história aqui...
E vou conta hoje a do amigo do Pedro, o Gustavo...
O Gugu, tem 9 anos, e pela segunda vez foi diagnosticado com Leucemia.
O primeiro tratamento dele foi quando ele tinha 4 anos, terminou o tratamento sem encontrar um doador, 2 nos depois a doença surgiu novamente.
" - Júlia, não sei você, mas pra mim, parece que tenho uma faca apontada pra minha cabeça, que a qualquer momento pode me furar, ou que tenho um faca apontando pro meu peito, que se eu tentar ir pra frente ela pode entrar... Quando eu olhei as pernas do Gustavo, e vi um monte de hematomas, disse pra ele, Filho me diz que alguém bateu em você ou que você caiu, então ele me disse, não mãe eu não cai e ninguém me bateu. Fiquei com medo e depois vi que ele estava cheio de carocinhos no pescoço. Ali eu já sabia que a doença tinha voltado. Trouxe o Gustavo pro hospital, exatamente 1 ano e 1 semana após ele entrar em "manutenção" , e desde aquele dia minha vida nunca mais foi a mesma. Porque eu sei que a recaída é pior, é mais difícil de vencer "  " na segunda vez foi ainda pior, porque eu já sabia o que ele iria passar, e antes disso alguns amigos do Gustavo que tiveram recaída não aguentaram se foram, e antes, a coisa que eu mais pedia a Deus nas minhas orações era pra que o Gustavo não tivesse recaída, mas não teve jeito, em abril, voltamos pra cá"   palavras da Patricia, mãe do Gustavo.
Conversando com ela pude entender um pouco mais do que acontece por trás do sorriso lindo do Gustavo.
Dessa vez, todas as quimioterapias realizadas até semana passada não fizeram efeito : " a médica me disse que era a mesma coisa de colocar água pra ele " disse Patricia.
A Leucemia, quando volta, volta mais resistente as quimioterapias... e sempre tem complicações graves, muito graves. Agora as quimioterapias do Gustavo são as mais fortes, e os efeitos são ainda piores.
Mas nossos " carequinhas " são fortes, muito fortes...
Quando o Pedro foi diagnósticado, assim que eu entrei na enfermaria H , onde as crianças com leucemia ficam, o Gustavo estava aqui, e quando eu olhei pra ele, ele estava frágil, magrinho, e quieto, muito quieto. Nem parecia o menino falante e brincalhão que é...mas isso eu só fui descobrindo com o tempo. Porque quem tá de fora não tem ideia do que se esconde atrás de cada numero que formam a estatísticas de crianças com câncer... Não são números, são sonhos, são sorrisos, são guerreiros.
Hoje, o Gustavo está aqui, junto com o Pedro, brincando, e o Pedro olha pra ele de um jeito diferente, com certeza quando crescerem se tornarão ainda mais amigos do que já são.
Costumo falar pra Patricia, que o Gustavo e o Pedro são irmãos... e acredito nisso. Tudo o que o Gustavo faz, o Pedro observa pra tentar fazer igual. e tudo o que o Gustavo vai fazer, chama o Pedro pra fazer também...Hoje todas as crianças receberam alta, menos o Gustavo e o Pedro, o Gugu mudou de leito, e chamava o Pedro... " vem Pedrinho pra cá, não fica ai sozinho não, vem pra cá, pra quando sua mãe ir jantar eu tomar conta de você "

Essas coisas fazem tudo parecer mais simples, porque em meio a tanto sofrimento, na maior parte do tempo eles são assim, cuidados, verdadeiros e felizes...
O Gustavo está se preparando pra fazer o transplante, dessa vez conseguiu um doador, mas a historia poderia ser diferente....



É Gugu, quando isso tudo acabar, teremos boas historias pra contar não acha!
Lindão...O Pedrinho junto com sua família e amigos, estão torcendo por você, e como sempre... sei que você vai vencer essa batalha! Porque o Pedrinho vai precisar sempre de um irmão como esse...o Pedrinho vai sempre precisar de você, e você tem muita coisa pra ensina-lo!
Gustavo, você já é um campeão...E estremos te esperando quando você estiver com sua medula novinha hein!




E hoje, quando o Pedro trocou de leito, e ficou sentadinho na cama assistindo " Chaves" com o Gustavo, eu cheguei bem perto dele e disse num cochixo : " - Filho, esse é o exemplo que você pode seguir ".


11 comentários:

Anônimo disse...

torço pelos dois ... Que Deus ilumine eles dois pelo resto de suas vidas , que se Deus quiser será muitos anos de vida , pois ele merece , um exemplo de vida . Ass: Lucas de Belém

Cristina disse...

Lindooooossss! O Pedrinho parece um bonequinho!!! Papai do Céu está no comando, Júlia! Mantenha a fé! Saúde! Bjs e muita paz!

Jéssica Calazans disse...

Lindas palavras. Os dois vão vencer e logo, logo o doador do Pedro aparece!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Que lindo Julia...Como não chorar, com essa história tão linda...Tão pura, verdadeira...Me emociono muito cada vez que entro aqui, que bom que o Gustavo tem um doador...Deus é grande...Pedrinho também vai encontrar, eu ACREDITO!

@NinaFDC disse...

Você geralmente me deixa sem palavras e com algumas lágrimas. Elas são de alegria, de ver a vitória diária do Pedro e a sua força inabalável. Nada do que eu escrevo parece suficiente. Fiquei feliz pelo Gustavo. Assim como ficarei no dia em que você colocar aqui a notícia da grande vitória do Pedro. Não preciso te dizer pra ter força ou fé, isso já vi que você tem. Então só te desejo paciência pra não cansar no caminho, pq qnd isso acabar vc ainda vai ter que aguentar o Pedro fazendo arte e te dando canseira, com aquele sorrisão mais lindo do mundo!

Maria Luiza Mazoni Porcaro disse...

Que linda a história do Gustavo! Espero que em breve vocês possam se recordar desses dias como dias distantes em que vocês aprenderam tanto.... Mas que já passaram!

flavinha correa disse...

Que lindo me emocionei bastante,que Deus cubra eses anjinhos o Pedro e o Gustavo de Bençãos! Que Com a Graça de Deus logo estarão em casa,brincando,correndo felizes com ese soriso Lindos que ele tem,estarei sempre aqui em oraçoes por Eles!precisando pode contar comigo sempre bjoos!!!

internauta disse...

Lindos!!! Q Deus os abençõe!!!

Telma Teixeira disse...

Deus já está providenciando uma medula nova para ele, é questão de tempo. Espere com confiança no Senhor e com certeza serás agraciada e contarás a vitória para muitos. Eu clamo agora pelas miseriórdias e pelo grande poder do Deus Altíssimo: Que seja apressada esta hora para honra e glória do nome DELE. JESUS!

Anônimo disse...

Uhu! Deus faz o impossível!Parabéns menininhos AMADOS!! bjokas Tia Val

Lujampa disse...

Ai! Menina o que mais do que pedir que Deus os de a graça da cura!!! Que rosto meigo , de energia gostosa, de coração bom que o Gustavo tem ...Como o Pedrinho ta um rapaz, mas com carinha de bebe!
Peço que Deus abencoe a eles, não só eles mas tantas outras crianças que fazem parte dessa estatística e que como eles tem tantoa viver, a oferecer, descobri, sorrir....